Carregando vidas

Image

Muitas pessoas sabem da importância da doação de sangue
e que ela pode salvar 4 vidas. Mas infelizmente, mais de
18 milhões de pessoas procuram os bancos de sangue e são
impedidas: os homossexuais.

Por isso, fizemos o lançamento do Igualdade na Veia na
Parada do Orgulho LGBT 2015 em São Paulo, a maior parada
LGBT do mundo.
E para isso, fizemos a bandeira, que é o principal símbolo,
com a cor vermelha 5 vezes maior, com a frase:
Temos muito sangue que poderia estar na veia de quem precisa.
Acesse igualdadenaveia.com.br e assine a petição.
A bandeira, além de participar da Parada de São Paulo, está
percorrendo as principais Paradas do Orgulho LGBT do Brasil,
como a do Rio de Janeiro e de Curitiba.

E através da campanha e a petição, vamos pedir o fim das
restrições e a regularização da doação de sangue pelos
homosseuxuais. Queremos pressionar o Conselho Nacional
de Saúde e o Ministério da Saúde para revermos e mudarmos
a Portaria da Anvisa.
Em um país que menos de 2% da população doa sangue
regularmente, o preconceito não pode impedir que mais de 8%
possa salvar vidas simplesmente através do preconceito.

Conseguimos levar este debate
ao Congresso Nacional.
Nosso embaixador Dep. Jean Wyllys
entregou uma proposta de Lei
após a Defensoria Pública pressionar
o Ministério Público.
E para conseguirmos fazer uma
pressão popular, precisamos
também da sua assinatura.

Clique aqui e faça parte desta mudança.

Fundado em 14 de março de 1992, em Curitiba, o Grupo Dignidade é uma
organização não governamental, sem fins lucrativos.
É pioneiro no estado do Paraná na área da promoção da cidadania LGBT
e é a primeira organização do Brasil a receber o título de Utilidade
Pública Federal, por decreto presidencial. Também vem trabalhando com
a prevenção do HIV/aids, principalmente junto à população de gays.
Para conhecer mais sobre o Grupo, visite o site e o livro que conta
um pouco de sua história


www.grupodignidade.org.br